selo

Perfil

18/12/2012
O segredo é a persistência

 

 

 

luigiLuigi Zampetti carrega um sobrenome conhecido entre os profissionais de comunicação e marketing. Filho da jornalista Roberta Zampetti, e como ele próprio conta, neto de um avô intelectual, as influências para seguir a área da comunicação foram inevitáveis. “Muitos jovens ficam em dúvida na hora de escolher o curso e a profissão que querem seguir. A escolha pela área da comunicação foi natural pra mim”, relembra.

O jovem belo-horizontino começou cedo sua carreira. Aos 16 anos, já havia completado o ensino médio na Fundação Torino e daí para a faculdade, foi um passo rápido. Em 2004, Luigi se tornou jornalista. “Comecei a trabalhar em jornais de bairro e rádios comunitárias. Logo depois fui trabalhar na Rede Minas de Televisão. Lá passei por todas as funções. De estagiário, passando por assistente de produção, apurador, produtor, coordenador, repórter, apresentador, etc. Tive o prazer de trabalhar com a minha mãe. Ela foi a primeira apresentadora da TV e coordena e apresenta há 13 anos o programa Brasil das Gerais. A jornalista Roberta Zampetti é uma referência para mim e o melhor de tudo, é a minha mãe”, conta.

E foram dessas experiências e oportunidades que nasceu a vontade de Luigi ter a sua empresa. “Era um sonho meu antigo, mas não sabia como concretizá-lo, até que surgiu a oportunidade da Asmare. Consegui em conjunto com os catadores e com toda a equipe da Associação transformar a Asmare em uma referência de desenvolvimento sustentável, em ícone ambiental. E este trabalho escancarou as portas para a abertura da LZ Comunicação, uma empresa focada em assessoria de imprensa, criada no dia 1º de agosto de 2004”, lembra.

 

Mercado

Luigi acredita que o mercado de comunicação e marketing mineiro está mudando, apesar de perceber que as empresas de mineração e agronegócios ainda investem muito pouco em comunicação e que as empresas familiares do mercado possuem estruturas muito engessadas. “Mas, isso está mudando. Os novos gestores, mesmo em empresas familiares, querem investir, buscam resultado, acreditam na comunicação. Mais de 60% dos nossos clientes nunca haviam investido em comunicação até cinco anos atrás. Este é um dado claro que as instituições estão mais atentas”, analisa.

É para atender esse novo cenário no mercado, que Luigi aposta em comunicação integrada e convergência de mídias. E também foi a sua vontade de realizar algo diferente que ampliou os serviços oferecidos pela sua empresa, transformando a sua empresa em uma agência de publicidade. Além disso, em 2010, criou o Grupo E10, um grupo de comunicação, formado por seis empresas. Fazem parte do Grupo: Árvore de Comunicação (Assessoria de Imprensa), Why Digital (Comunicação Digital), Zampetti Editora (Publicações), Namosca Brindes (produtos promocionais), 360 Inteligência (Pesquisa) e a Agência LZ. “Este novo modelo de negócio nos fez crescer muito e auxilia o desenvolvimento do projeto do cliente, da construção da marca da empresa atendida”, observa.

 

Carreira

Luigi conta que persistência é a palavra-chave da sua vida e que movimenta a sua carreira. “Nunca desista. Acredite em suas ideias, busque contatos, seja humilde, busque conhecimento, troque experiências, acredito que sejam os principais fatores para o sucesso”, aconselha.

O jornalista ainda diz que para se atualizar, procura trocar muitas experiências. Como um descendente de italiano, é na conversa com profissionais que Luigi amplia seus conhecimentos sobre a área. “Claro que é importante participar de cursos, ler livros, buscar informações na internet, mas onde mais aprendo é conversando com profissionais do mercado. Principalmente aqueles que não são da área da comunicação. São eles que me trazem as principais dúvidas, receios, tendências, investimentos e a partir daí pesquiso e me atualizo”, enfatiza.

De toda a sua carreira, Luigi destaca o seu trabalho na Asmare como o mais marcante, mas isso não impede de ter momentos inesquecíveis com a sua empresa atual. “A cada dia conheço uma pessoa nova, uma realidade nova, um desafio novo. Pela manhã, estou em reunião em uma construtora, à tarde em uma faculdade e à noite em um shopping. Esta diversidade me motiva e motiva a LZ”, frisa.

 

Lazer

Como um típico descendente de italianos, Luigi é muito ligado a família e está começando a se aventurar na cozinha. Além de gostar de tudo relacionado a Itália e de experimentar comidas e bebidas diferentes, Luigi adora esportes e pratica natação, futebol, corrida, tênis e musculação. Ele também gosta de conhecer novos lugares e em 2013, irá começar uma nova etapa em sua vida: irá se casar.

Ativo, sempre lê mais de um livro ao mesmo tempo. No momento, está lendo o “Livro das Citações”, do Eduardo Giannetti, presente que ganhou do seu amigo Rafael Araújo. “Estou devorando, pois são pequenas citações de grandes autores. Além disso, li a biografia do Mussolini. Aliás, gosto muito de biografias. E um livro sobre e-commerce”, conta.

Luigi também gosta muito de cinema, principalmente os filmes que falam sobre artes. “Gosto de filmes italianos, argentinos e espanhóis. É difícil falar um preferido, mas gosto muito de O Carteiro e o Poeta”, diz. Na internet, possui perfil em todas as redes sociais por conta do trabalho, mas a sua preferida é o Instagram. “Adoro fotos, por isso acho que é mais objetivo”, diz.

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade