selo

Oferecimento

Blogs

16/09/2016
Pequenas e médias empresas: o desafio chamado Marketing Digital
Por: Marcos Tadeu

Marcos TadeuO budget relativamente mais baixo em relação ao marketing tradicional, a possibilidade de mensurar todo e qualquer tipo de investimento em campanhas e a amplitude do alcance de um público-alvo numeroso e a cada dia mais engajado nas redes sociais têm desviado a atenção dos gestores de pequenas e médias empresas para a promessa de estabilidade e consolidação de ativos representada pelo marketing digital diante de uma crise sem precedentes.

 

No entanto, na urgência de adotarem o marketing digital para evitar a fuga de grandes – e pequenas - contas e manter a competitividade no mercado, não raro gestores acabam esbarrando em alguns obstáculos que, em curto prazo, não só invalidam a estratégia, como transformam a tal “promessa” em mais um ralo por onde geralmente escorre o já escasso dinheiro dos clientes, com a contratação de profissionais despreparados e aquisição de ferramentas desnecessárias.

 

Entre os principais obstáculos, o mais grave é o desconhecimento generalizado do que é marketing digital. Sim. Tanto clientes, quanto as próprias empresas que se dispõem a oferecer esse serviço praticamente engatinham no que tange às possibilidades do marketing digital. Normalmente, acreditam que tudo se resume à velha tríade: redes sociais – site – e-mail. Educar clientes quanto à eficácia do Marketing Digital e transformá-los em parceiros dessa estratégia talvez seja o mais desafio, hoje, das pequenas e médias empresas.

 

Inbound Marketing. Marketing de Conteúdo. Automação de Marketing. Disparo de E-mail Marketing. Nutrição de Leads. Essas são apenas algumas – sim, algumas - das janelas de oportunidade que o Marketing Digital apresenta uma metodologia de prospecção e captação de leads que consiste em ganhar a atenção do consumidor (em vez de invadir sua privacidade) hoje já solidificada lá fora, mas que, no Brasil, ainda é pouco explorada como se deve.

 

Com a integração do Núcleo de Inbound Marketing ao de Design e Criação e, na sequência, aos de comunicação corporativa e assessoria de imprensa, os clientes dos mais diversos ramos de atuação são providos de um aparato estratégico completo, que envolve produção de conteúdo qualificado, divulgação e monitoramento constante, sempre voltado para a buyer persona do consumidor isto é, a representação semi-fictícia do cliente ideal que uma empresa deseja atingir, segundo a Hubspot, referência mundial em Inbound Marketing.

 

*Marcos Tadeu é formado em Jornalismo pela PUC-Minas, com especialização em Arte Moderna pelo IEC PUC Minas e faz parte do núcleo de Inbound Marketing da ETC Comunicação

 

** O Grupo Minas Marca não se responsabiliza pelos conceitos, ideias e opiniões emitidos nos blogs assinados.

 

 

Notícias relacionadas:

Out of the box

Marketing na Veia: O choque cultural entre os mercados mineiro e paulista

O que sua marca pode aprender com o Google

Comentar
Deixe Sua Resposta

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *
 

Últimos Comentários

Nenhum comentário ainda.
Publicidade